Conectado com

Saúde

Coceira no ouvido dos pets: causas, sinais e cuidados

Publicado

em

Foto: Pexels

A coceira no ouvido do seu amigo de quatro patas pode ser um sinal de alerta! Embora muitas vezes seja apenas uma coçadinha inofensiva, há momentos em que esse incômodo pode indicar problemas mais graves. Como tutores dedicados, é essencial entender as possíveis causas e agir rapidamente para garantir a saúde e o bem-estar dos cães e gatos. As informações são da Drogavet.

Como a coceira no ouvido afeta o dia a dia do pet

A coceira, isolada de qualquer outra enfermidade, já pode ser um grande problema. Quando os pets usam as patas traseiras para coçar, as unhas podem causar feridas que, se não tratadas, podem infeccionar e atrair parasitas como moscas e bernes. O ciclo de coçar e ferir pode se tornar vicioso, causando ainda mais desconforto e problemas de saúde.

A importância do cuidado auditivo

O ouvido é crucial para a orientação e bem-estar dos animais. Problemas não tratados podem levar a consequências graves, incluindo perda de audição. Por isso, os tutores devem estar sempre atentos a qualquer sinal de incômodo e buscar ajuda veterinária prontamente.

Causas comuns

Entre as causas mais comuns, destacam-se as inflamações, que podem causar dor e coceira intensa. Fungos, parasitas e bactérias são os principais culpados. Carrapatos e pulgas são parasitas que adoram se alojar atrás das orelhas, causando coceira e podendo transmitir doenças. Corpos estranhos, como pequenos fragmentos de grama ou espinhos podem se alojar no ouvido, causando desconforto.

Outra causa pode ser o rompimentos de vasos sanguíneos ocasionados por traumas, resultando em coceira e dor. A presença de fungos também é causa comum para a coceira. Fatores como umidade e falta de higiene podem favorecer infecções fúngicas, que são difíceis de tratar.

Sintomas a observar

Fique atento a sinais como feridas e queda de pelo na região afetada, inquietação e sacudidas de cabeça, vermelhidão, desnutrição e mau cheiro, especialmente na orelha. Esses sintomas indicam que algo está errado e precisam de atenção veterinária imediata.

Tratamento e manejo

O tratamento depende da causa da coceira. Pode envolver antibióticos, antifúngicos e produtos antiparasitários. O uso do colar elizabetano pode ser necessário para impedir que o pet se coce durante o tratamento.

Prevenção

A prevenção é sempre a melhor opção. Limpeza regular das orelhas com solução otológica e visitas frequentes ao veterinário são essenciais para manter a saúde auditiva do seu pet. Cuidar bem das orelhas do seu pet é cuidar do bem-estar dele como um todo.

Fonte: Drogavet

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.