Conectado com

Empresas

Coleiras de ação repelente e inseticida são essenciais no combate à leishmaniose em cães

A utilização de coleiras com efeito repelente e inseticida contra o mosquito-palha, o principal vetor do protozoário Leishmania e causador da doença

Publicado

em

Foto e texto: Assessoria

O uso de coleiras com função repelente e inseticida tem sido indicado por especialistas como a melhor forma de prevenção à leishmaniose visceral, doença que acomete cães em todas as regiões do Brasil. A enfermidade é extremamente relevante, já que se trata de uma zoonose de notificação obrigatória ao Ministério da Saúde. Nos últimos 10 anos, foram registrados 31.585 casos em humanos, dos quais 2.404 evoluíram para morte.

“A utilização de coleiras com efeito repelente e inseticida contra o mosquito-palha, o principal vetor do protozoário Leishmania e causador da doença, é uma excelente forma de prevenção da leishmaniose visceral, pois reduz a possibilidade de transmissão por meio de princípios ativos altamente eficazes e seguros”, informa o médico-veterinário Jaime Dias, gerente técnico e de marketing de animais de companhia da Vetoquinol, empresa que celebra 90 anos em 2023.

Importante: para cada caso em humanos há pelo menos 200 cães infectados, o que potencializa a transmissão da doença – já que o mosquito pica ambas as espécies, levando o protozoário de um para outro. Contudo é muito importante que se utilize coleira produzida com alta tecnologia para uma ação repelente segura e eficaz.

 

Sintomas da Leishmaniose Visceral

O tutor deve ficar atento e procurar imediatamente um médico-veterinário ao notar os seguintes sintomas no seu pet: desânimo, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento progressivo, perda de massa muscular, descamações na pele, feridas no focinho, orelhas, região das articulações e cauda, além de perda de pelos, crescimento exagerado das unhas, vômito e diarreia. Isso porque a leishmaniose pode causar a morte do animal além de colocar em risco a saúde da sua família.

Fonte: Assessoria

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.