Conectado com

Nutrição

Conheça os 10 principais suplementos nutricionais para pets

Veterinária convidada pela VetBR, a mais completa distribuidora de produtos para saúde animal do país, fala sobre a importância e os benefícios da suplementação para animais de estimação.

Publicado

em

Foto: Assessoria

A preocupação com uma alimentação saudável tem conquistado mais espaço, tornando-se parte do cotidiano das pessoas. Junto com ela, tem crescido também o uso de suplementos alimentares, auxiliares para a prevenção de doenças e a melhora da qualidade de vida. Não é muito diferente no segmento de pets, em que os suplementos são a cada dia mais um recurso para que os animais também se beneficiem de uma vida mais saudável. Mas para isso é necessário que os cuidados sejam adotados durante toda a vida do animal.

Segundo a veterinária e promotora de vendas da VetBR, Manuella Ebeling, os tutores que optaram pela alimentação natural (formulação de dieta com alimentos saudáveis), mix feeding (mistura da ração com alimentos úmidos) ou até mesmo pela ração precisam ficar atentos às necessidades nutricionais dos pets.

“A suplementação é o melhor aliado do tutor em diferentes casos, tanto durante um tratamento de doença quanto na prevenção. Ela não tem contraindicação, mas é importante que, antes de recorrer aos suplementos, o tutor consulte um médico veterinário para que ele verifique se o pet realmente precisa de suplementação e quais são as suas reais necessidades nutricionais. Essa medida evita desperdício de dinheiro e tempo e também que o pet tome vitaminas que ele já tenha em nível suficiente”, explica Ebeling.

Com foco na saúde animal, a especialista apresenta importantes informações sobre os dez principais suplementos nutricionais para pets. Confira a seguir.

• Ômega 3

Age como anti-inflamatório no organismo do pet. Previne doenças, melhora a circulação sanguínea e a oxigenação do sangue. Bastante indicado para filhotes, por estarem em fase de desenvolvimento cognitivo, e em animais idosos, que têm grandes chances de ter disfunção cognitiva (o suplemento retarda o processo, nesse caso). Indicado também para pacientes cardíacos, oncológicos, com disfunções renais e até mesmo para aqueles que tenham alguma alteração cutânea. Por ser um anti-inflamatório, ele também tem indicação para pacientes com osteoartrose em geral. É um suplemento com inúmeros benefícios para os nossos pets.

• Probióticos

Conceituados como suplementos microbianos vivos, restauram qualquer disbiose (desequilíbrio da flora intestinal). Indicados para animais com alterações na microbiota intestinal, quedas de imunidade, em período de vacinação e em fase de mudança na dieta.

• Condroitina e glucosamina

Têm como função evitar o desenvolvimento de doenças articulares nos pets — são ideais, portanto, para animais idosos, em formação ou até que já desenvolveram artrose. Ideal também para algumas raças específicas — como Labrador, Golden Retriever e Pastor Alemão, cuja articulação nem sempre acompanha o crescimento do animal. A suplementação visa diminuir as dores, ajudar no desenvolvimento das articulações ou retardar o processo de diferentes doenças.

• Cálcio e fósforo

A deficiência de cálcio e fósforo nos animais pode causar diversas doenças. São indicados principalmente para fêmeas gestantes e lactantes, pois ajudam a manter o bom funcionamento do organismo da fêmea e auxiliam no desenvolvimento dos filhotes. Já é possível encontrar esses suplementos em formato de biscoito e com aroma de carne, o que torna a experiência mais agradável para o animal de estimação.

• Ferro

É difícil detectar a carência de ferro no organismo dos animais, sendo necessário fazer exames para confirmar o diagnóstico. Entretanto, alguns sintomas como cansaço, desânimo, fraqueza, anorexia, aumento da frequência cardíaca, palidez de mucosas e diminuição do apetite podem ser sinais que há algo de errado com o pet. A falta do mineral pode causar diversas doenças, como a anemia ferropriva.

• Estimulador de apetite

Também existem suplementos que estimulam o apetite do seu gato ou cachorro. Geralmente são indicados para animais que estão com alguma enfermidade, tomando antibiótico ou na fase idosa, período em que o apetite pode diminuir. Geralmente produzido em forma de seringa, pode ser aplicado de uma a duas vezes ao dia.

• Vitamina C

Indicada para cães e gatos em qualquer fase da vida. Tem efeito antioxidante e é aliado para melhorar a imunidade e também contra doenças virais nos pets. O suplemento ajuda a deixar o organismo menos suscetível ao desenvolvimento de bactérias nocivas.

• Vitamina B

Voltado para cães que têm ou já tiveram cinomose ou que não produzem vitamina B sozinhos. É importante lembrar também que, em caso de vômito e diarreia, a vitamina B é a primeira eliminada, precisando, por isso, de reposição.

• Biotina

Estimula o crescimento e o fortalecimento do pelo e da pele do animal — ideal, com isso, para pets que têm algum problema de saúde que leva à queda ou perda de brilho dos pelos. Ele também já é vendido em forma de petisco e com sabor de carne, o que facilita a adesão do animal ao suplemento.

• Complexo vitamínico

Indicado para animais que não têm uma dieta balanceada ou que comem, por alguma razão, ração de qualidade inferior. No caso das rações que não oferecem nutrientes suficientes, o complexo vitamínico pode ser um ótimo aliado. O suplemento ajuda a evitar doenças e aumenta a imunidade do animal.

Fonte: Assessoria

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.